O que levar em conta na hora de comprar metais para banheiros?

Confira nossas dicas para não errar na escolha de peças metálicas para o banheiro da sua casa

metais para banheiros

Decidir os metais certos na hora de construir ou reformar o seu banheiro é uma tarefa mais complicada do que parece. Tomar a decisão correta vai além de apenas adquirir as peças de menor custo ou de melhor aparência. Hoje, no mercado, existem diversos fabricantes, marcas, estilos e tipos de design – que além de influenciar nas questões estéticas, também estão diretamente relacionados à utilização e ao aproveitamento de recursos, como a economia de água, por exemplo.

Pensando nisso, reunimos neste post algumas dicas de como escolher as peças ideais.

Projete seu espaço

O primeiro passo é definir o estilo do seu banheiro. Você prefere uma linha mais minimalista, retrô ou moderna? Pesquise referências e visite lojas de materiais de construção. Leve em consideração quem são e como é a rotina das pessoas que utilizarão o espaço. Para garantir funcionalidade, praticidade e sofisticação, é necessário estar atento aos detalhes do seu projeto e às suas necessidades.

Na hora da compra, lembre-se de comunicar ao vendedor se a peça será instalada em casa ou apartamento. Se for a segunda opção, informe qual o andar em que você mora e quantos andares o prédio possui. Essa informação ajuda na escolha de metais envolvidos na saída da água. Dependendo da peça, quanto mais distante ela for da caixa d’água, maior será a pressão exercida pela água.

A torneira certa para cada cuba

Dependendo do tipo de cuba escolhido, as torneiras podem ser instaladas na parede ou na bancada (quando a tubulação fica embaixo da bancada de granito). No geral, metais com bica alta e de parede são utilizados em cubas de apoio, com uma distância recomendada de 10 a 15cm entre a borda da cuba e a saída de água, e metais com bica baixa normalmente combinam melhor com outros modelos de cuba.

Para isso, existem quatro principais tipos de torneiras disponíveis nas lojas: as tradicionais (com um registro só, que controla a saída de água, sem opção de saída de água quente); as com misturadores (que possuem saída de água fria e quente individualmente ou misturando as duas temperaturas); as temporizadas (modelo que possui um limite de tempo para cada utilização, bastante utilizado em estabelecimentos comerciais para promover a economia de água e evitar acidentes); e as que possuem arejadores (uma pequena peça localizada no bico da torneira que regula a força e o volume do jato de água).

Chuveiro também é sofisticação

Além de mais tecnológicos, chuveiros cromados e duchas de teto podem ser ótimas opções para quem faz questão de um banheiro elegante e com peças que combinam entre si. Se a escolha for um chuveiro elétrico, não se esqueça de conferir funções como a vazão da água e a potência.

Outros metais para banheiros, como toalheiros, saboneteiras, porta-shampoo e acessórios em geral devem ser decididos de acordo com o estilo dos demais. Escolha materiais e designs parecidos para garantir uma boa combinação.

 

Autor: Jacqueline Gonçalo – Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

 

Fonte: https://www.lopes.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *